Blog

O urso polar que apareceu a vaguear nas ruas de Norilsk foi resgatado e está a ser tratado num zoo da Sibéria.

Sabe-se agora que o urso polar é uma fêmea com cerca de dois anos de idade, que já está a ser alimentada e a receber todos os tratamentos necessários no zoo de Krasnoyarsk.

urso polar resgatado

O urso polar exausto e faminto que surgiu na cidade industrial russa de Norilsk (norte da Sibéria) a centenas de quilómetros do seu habitat natural no Ártico foi resgatado pelas autoridades russas na passada sexta-feira e levado para o zoo Royev Ruchey na cidade de Krasnoyarsk, onde está a ser alimentado e a receber tratamento médico, avança a Reuters.

A semana passada, as imagens do animal muito magro a vaguear numa cidade industrial da Sibéria, a cerca de 1.500 quilómetros para sul dos seus territórios de caça, tornaram-se virais nas redes sociais.

Acabaria por ficar doente, à beira da morte, e a precisar de tratamento urgente, depois de tentar encontrar comida numa lixeira, segundo fonte da Rosneft, empresa petrolífera, citada pela Reuters, que participou no transporte do urso polar de Norilsk para  Krasnoyars.

O animal, segundo fontes do zoo de Royev Ruchey citadas pelo Siberian Times, sofria de diarreia aguda por ingerir comida putrefacta e passará os próximos dias de quarentena. “O animal está em estado grave, precisa de cuidados urgentes”, explicou o veterinário Georgy Belyanin, responsável por sedar o animal.

As alterações climáticas têm reduzido os habitats dos ursos polares forçando-os a procurar alimentos em terra o que os coloca em contacto com áreas habitadas. Por exemplo, no início deste ano uma região remota do norte da Rússia foi colocada em alerta quando dezenas de ursos polares famintos foram apanhados a procurar comida na rua e a entrar em prédio.

Fonte: Observador

Facebook
Facebook
LinkedIn
Facebook
Facebook
LinkedIn